Rafael Mota Reis

Sócio da Cavalcante Mota Advogados. Graduado em Direito pela URCA – Universidade Regional do Cariri. Mestrando em Ciência Política pela Universidade de Lisboa. Pós graduando em MBA Assessoria Parlamentar pela UNIPACE – Universidade do Parlamento Cearense. Durante o triênio 2016-2018, exerceu o cargo de Presidente da Comissão de Combate à Corrupção da OAB-CE – Ordem dos Advogados do Brasil, e foi membro das Comissões de Direito Ambiental e de Controle Social dos Gastos Públicos.

Egresso do Colégio Batista Santos Dumont, ensino médio, onde foi convidado para compor o quadro da Turma Avançada. Ao fim da trajetória no Colégio Batista, prestou o Exame Nacional do Ensino Médio, à época não utilizado como critério de admissão nas universidades públicas. Obteve êxito em mais de 93% das questões aplicadas no exame.

Em 2008, foi aprovado no vestibular para o curso de Direito da Universidade Regional do Cariri, em Crato/CE, obtendo a nota máxima no Exame de Redação. Apenas outro candidato ao Curso de Direito conseguiu atingir tal marca. Rafael ficou classificado em 4º lugar. Formou-se no curso em julho de 2012, concluindo sua graduação em apenas 4 anos e 2 meses.

Em seguida, prestou o IX Exame de Ordem da OAB, considerado o mais difícil dos últimos anos, com uma reprovação recorde de 89,7% dos candidatos. Rafael obteve uma aprovação de 94% em sua Peça Profissional na Segunda Fase do Exame, atendendo a todos os requisitos pontuadores exigidos pela Banca Examinadora da FGV (Fundação Getúlio Vargas).

Em 2013, sob a proposta de fortalecer a União dos Vereadores e Câmaras do Ceará – UVC -, participou das eleições para novo quadro diretor da entidade (biênio 2013-2014). Ao lado da chapa vencedora, intitulada “A UVC é do Vereador”, obteve massiva aprovação nas urnas, que superava a soma dos votos dos adversários, totalizando uma votação histórica para a entidade. Em seguida, foi convidado para a missão de reestruturar e assumir a representação jurídica da UVC.

Em seu histórico perante a Ordem dos Advogados do Brasil, exerceu o cargo de Presidente da Comissão de Ética na Política e Combate à Corrupção Eleitoral, cujo papel se traduz no acompanhamento do sistema político brasileiro e suas instituições, objetivando a defesa da ética e o enfrentamento às práticas nocivas ao bem-estar da democracia.

Labora na advocacia com foco voltado para solução de conflitos, contendas cíveis e consultoria em matérias de Direito Público, já tendo prestado serviços há mais de 10 órgãos públicos e unidades gestoras – inclusive no exercício dos cargos de Assessor Jurídico da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará e Procurador Geral da Câmara Municipal do Crato. Com pouco mais de cinco anos de exercício da advocacia, já representa em mais de 2.700 processos no Estado do Ceará, Piauí, Paraíba, Bahia, São Paulo e Distrito Federal.

Anúncios